Feira do Vinho do Dão de Nelas 2017 com patrocínio da Verallia Portugal

Feira do Vinho do Dão de Nelas 2017 com patrocínio da Verallia Portugal

Todos os anos, no primeiro fim-de-semana de setembro reúne-se, no coração da Região Demarcada do Dão, Nelas, os principais produtores numa montra repleta de riqueza gastronómica e cultural.

A 26ª Feira do Vinho do Dão decorreu nos dias 1, 2 e 3 de Setembro, destacando mais uma vez a exclusividade das suas terras e a dedicação dos produtores locais.
Excelência, conhecimento e elegância são as marcas identitárias da 26ª Feira do Vinho do Dão. Vinhos do Dão reconquistam, ano a ano, novo espaço de relevância a nível nacional.
Cinquenta e um produtores mostraram a mais de quarenta mil pessoas que visitaram a 26 ª Feira do Vinho do Dão, as razões porque os vinhos do Dão conquistaram um lugar de notoriedade e referência nacional no panorama das grandes regiões e marcas de vinhos de Portugal.
Incluído na agenda está o I Concurso de Vinhos do Dão, Prémio Eng. Alberto Vilhena, em homenagem ao que é considerado o Arquiteto da Região Demarcada do Dão. Neste concurso, participaram os produtores participantes na Feira este ano, com direito a um troféu personalizado. A Plataforma Jota - Agência de Comunicação, Marketing e Design, desenhou um Troféu pensado propositadamente para este concurso, com laivos da própria Identidade Visual da Feira do Vinho do Dão. Inspirado também naquilo que o Dão e os seus vinhos representam, o troféu simboliza, elegância e modernidade, dignas da região demarcada do Dão e dos seus vinhos. Este ano, foram vencedores os vinhos Wine Note 2015 Tinto, da Quinta dos Reis, e Teixuga Branco 2013, produzido pela Caminhos Cruzados. O júri foi composto por quinze provadores (Enólogos, produtores e consultores), e foi coordenado por Luís Lopes, Diretor da revista Vinho Grandes Escolhas.
A Verallia patrocinou os 2 troféus, para Melhor Vinho Tinto do Dão e Melhor Vinho Branco do Dão e foram devidamente entregues pelo Delegado Comercial da zona Centro, António Simões.

Momentos altos do reconhecimento do perfil dos vinhos do Dão viveram-se na Prova comentada sobre “Os 10 melhores Vinhos Tintos e Brancos da Feira de Vinhos do Dão”, com a participação especializada do crítico de vinhos Luís Lopes e harmonização gastronómica do Chef Diogo Rocha que também conduziu a “Máquina do Tempo”, com degustação à mesa e recordou alguns dos traços da Feira de há vinte e cinco anos, antecipando algumas previsões para 2020.
A Feira do Livro, o Torneio Internacional de Futebol Veterano, a Maratona BTT do Dão e o Musical “A Música que os vinhos Dão” foram também alguns dos atrativos do certame que trazem diversidade ao evento.
A consciencialização sobre o significado do Dão passou pela sequela “O Reino das Rolhas Perdidas”, onde foram feitas narrativas num mundo que perdeu a memória das suas tradições, e onde um jovem redescobre a magia da sua terra amada, através da paixão que nutre pelas vinhas. O musical “As músicas que os Vinhos Dão”, com o seu habitual sucesso, subiu ao palco para três apresentações, que animou os visitantes. A performance centrou-se na figura do ESCANÇÃO - inspirado na estátua do escultor Domingos Soares Branco, que eternizou no escanção Fernando Ferramentas, uma figura com papel decisivo na escolha dos melhores vinhos, e que homenageia esta classe de profissionais da indústria hoteleira. Este musical é da autoria da ContraCanto – Associação Cultural do Dão.
A combinação de “Os Vinhos do Dão”, os stands dos produtores, os parceiros da Feira, os espaços envolventes, a imagem criada do evento, a música ambiente e por fim o musical “As músicas que os Vinhos Dão” apresentado pela ContraCanto, definem um espaço e um tempo de três dias de Feira de uma enorme elegância e charme.

(Fontes: https://www.facebook.com/feiradovinhododao/ https://www.facebook.com/notes/feira-do-vinho-do-d%C3%A3o/nelas-reafirma...)