Empresa

Código de Comportamento e Ação

O Grupo Verallia desenvolveu um Código de Comportamento e de Ação confirmando os princípios que orientaram, através dos anos, todas as suas Empresas e todos os membros da sua equipe de gestão e seus trabalhadores, código esse partilhado por todos eles.

O objetivo deste documento é fazer uma declaração pública da adesão do Grupo Verallia aos princípios do Código.

Estes princípios não pretendem ser exaustivos, mas sim abordar as áreas essenciais como requisitos mínimos e, eventualmente, complementar com algumas regras específicas referentes a condições locais, questões ou posições de responsabilidade particulares, sem se desviar da sua base.

As pessoas em cada nível do Grupo são individualmente responsáveis pela aplicação do Código.

O cumprimento destes princípios é um requisito para pertencer ao Grupo.

 

Princípios de Comportamento

O Grupo Verallia considera que os valores básicos partilhados por todos os membros da sua gestão e trabalhadores são: respeito pelas pessoas, compromisso profissional, integridade, lealdade e solidariedade.

Respeito pelas pessoas

É um pré-requisito absoluto para o desenvolvimento profissional e pessoal de cada indivíduo. Aplica-se a todo o Grupo globalmente. Implica a aceitação do pluralismo, da multicultura, na aceitação de todas as origens. Reflete-se na prontidão para ouvir os demais, levando em conta a opinião dos outros e promover um diálogo respeitoso.

Compromisso profissional

Significa mobilizar da melhor maneira possível, o conhecimento e a competência do indivíduo na realização das suas tarefas. Requer o envolvimento pessoal ativo e a respectiva vontade de corresponder aos requisitos das tarefas profissionais, solicitar e adquirir o conhecimento necessário por meio de experiências e formação oferecidas pela Empresa e adaptar-se a novos desafios. Implica na efetiva contribuição de cada pessoa em cuidar pessoalmente do ambiente, da saúde e da segurança.

Integridade

Requer um cumprimento rigoroso em todas as atividades profissionais. Significa que nenhum indivíduo pode comprometer os interesses do Grupo a ele confiados, a favor dos seus interesses particulares ou pessoais – seja em questões junto ao Grupo ou em nome do Grupo junto a terceiros, independente das práticas locais. Podem ser adotadas regras de conduta específicas para determinadas categorias de profissionais, dependendo da natureza das suas responsabilidades.

Lealdade

Requer honestidade e justiça ao lidar com os seus superiores, colegas, subordinados e terceiros que atuam com o Grupo. Particularmente, é incompatível com a procura de interesses próprios. Implica o cumprimento das orientações e das regras internas do Grupo e das suas empresas individuais.

Solidariedade

Baseia-se no sentido de responsabilidade individual no trabalho, o qual prevalece sobre um pensamento egocêntrico. Promove o trabalho em equipe e de apoio aos demais. Significa rejeitar métodos de gestão ou operacionais voltados ao interesse próprio, à satisfação pessoal de determinados indivíduos ao invés dos interesses coletivos do Grupo.

Princípios de Ação

Os princípios de Ação (1) regem a atividade de todos os membros do Grupo no exercício de suas responsabilidades, independente do país envolvido. Auxiliam-nos na conquista de um crescimento responsável e sustentável, em conformidade com a estratégia a longo prazo do Grupo.

Respeito à legalidade

Todas as empresas do Grupo devem aplicar em todas as áreas, as leis e regulamentos dos países onde atuam. Dedicando atenção especial às áreas descritas abaixo.
Todas as empresas do Grupo devem proibir todas as ações que possam infringir as normas da lei da concorrência. Todas as empresas do Grupo devem recusar qualquer forma de financiamento de partido político ou atividades políticas, mesmo que permitidas nos termos da lei. Deverão rejeitar qualquer forma de corrupção ativa ou passiva em operações(2) domésticas ou internacionais.
Além disso, as empesas do Grupo não devem fazer uso de lacunas ou insuficiências em tais leis ou regulamentos onde tal prática significaria não conformidade com as normas do Grupo Verallia.

Cuidar do meio-ambiente

As empresas do Grupo devem promover ativamente a proteção do meio-ambiente. Todas as fábricas das empresas do Grupo Verallia, onde quer que estejam localizadas, devem definir metas ambientais claras e monitorizar regularmente o desempenho ambiental comparado com essas metas.
As empresas do Grupo devem empenhar-se em elevar os padrões de desempenho ambiental mais relevantes das suas fábricas, até ao nível de desempenho particularmente eficiente, encontrado nas melhores empresas do Grupo para fábricas comparáveis – mesmo que isto implique ir para além dos requisitos da legislação local.

(1) Destinam-se a incorporar as Orientações OECD para Empreendimentos Multinacionais, adotadas em junho de 2000 e revistos em maio de 2011.
(2) Abrangidas pela Convenção para o Combate da Corrupção de Funcionários Públicos Estrangeiros OECD em Transações Comerciais Internacionais de 17 de dezembro de 1997.

Saúde e segurança dos trabalhadores

As empresas do Grupo devem tomar todas as medidas necessárias para assegurar a melhor proteção possível contra riscos de saúde e segurança no local de trabalho.
As empresas do grupo devem adotar políticas de redução de risco e fazer o acompanhamento da aplicação das mesmas, verificando constantemente os resultados em comparação com os padrões aplicáveis. Tais políticas aplicam-se aos trabalhadores das empresas e aos trabalhadores subcontratados, quando estes últimos estiverem a trabalhar numa fábrica do Grupo.
As empresas do grupo devem empenhar-se em elevar os padrões de desempenho em saúde e segurança das suas próprias fábricas até níveis de desempenho particularmente eficientes, encontrados nas melhores empresas do Grupo, para fábricas comparáveis – mesmo que isto implique ir para além dos requisitos da legislação local.

Direitos dos trabalhadores

As empresas do grupo devem assegurar cuidadosamente que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados. Devem promover um diálogo ativo com os seus trabalhadores e os seus representantes legais.
Além disso, e sem limitações, devem respeitar as seguintes regras, mesmo que não previstas na legislação local aplicável.
As empresas do Grupo devem abster-se de qualquer forma de trabalho forçado, trabalho escravo ou trabalho infantil(3), bem como de qualquer forma de assédio – direta ou indiretamente ou por meio de subcontratados, quando estes últimos estiverem a trabalhar numa fábrica do Grupo. As empresas do Grupo devem abster-se de qualquer forma de discriminação em relação aos seus trabalhadores, seja no processo de recrutamento, contratação, durante ou no término do contrato de trabalho.

(3) Conforme definido pelas Convenções aplicáveis da Organização Internacional do Trabalho.

A Direção do Grupo implementará programas de consciencialização e de formação com o objetivo de promover este Código em todo o Grupo.
Contudo, cada membro da gestão e cada trabalhador do Grupo Verallia é pessoalmente responsável pela aplicação destes princípios.