Missão

  • Produzir e comercializar vidro de embalagem de elevada qualidade, através da adequada gestão e actualização de recursos tecnológicos, da protecção do meio ambiente e dos seus colaboradores;
  • Capacitar os seus colaboradores, sob padrões de excelência e vanguarda, satisfazendo as suas necessidades, os interesses da Empresa e a satisfação dos clientes;
  • Liderar o mercado nacional, melhorando a sua performance organizacional e técnica, de forma a manter um padrão de qualidade que exceda as expectativas dos clientes internos e externos;
  • Desenvolver novos produtos e processos, de forma diferenciada dos seus concorrentes, com ampla visão cliente, apostando na inovação e na adequação dos seus produtos, duma forma proactiva às necessidades dos mesmos;
  • Contribuir de forma permanente, com uma atitude exemplar de respeito, pelo ambiente e pelo bem-estar social.

Compromissos

  • Operar no integral cumprimento de toda a legislação e regulamentos aplicáveis, procurando sempre que possível, antever eventuais alterações, de forma a adaptar atempadamente a Empresa aos novos requisitos;
  • Minimizar a ocorrência de não-conformidades e acidentes, através da adopção de práticas de prevenção, da adopção de novas tecnologias e métodos, optimizando os recursos disponíveis como forma de melhorar continuamente a eficácia do Sistema de Gestão Integrado (Qualidade, Ambiente e Segurança);
  • Minimizar os impactes ambientais e os perigos e riscos associados às suas actividades através da adopção de práticas de prevenção, redução da poluição e medidas técnicas de protecção colectiva;
  • Melhorar a performance da cadeia de valores, através de uma exaustiva e eficaz “abordagem por processos;
  • Incentivar a implementação das melhores práticas de Gestão Ambiental e de Segurança e Saúde no Trabalho, através da protecção e optimização de recursos, através da sensibilização e formação dos seus colaboradores;
  • Dispor e manter operacional um plano de emergência, que englobe os riscos significativos para a segurança, a saúde e para o ambiente;
  • Manter e dinamizar a gestão por objectivos, mantendo uma monitorização constante e melhorando os Sistemas de Informação e Comunicação, para que a sua divulgação e seguimento, sejam efectivos;
  • Estimular o trabalho em equipa e favorecer o envolvimento de todos, assegurando os requisitos da Qualidade, Ambiente e Segurança e Saúde no trabalho, junto dos fornecedores e restantes partes interessadas, monitorizando a satisfação dos clientes internos e externos e dinamizando relações de parceria;
  • Divulgar e disponibilizar as Políticas a todos os colaboradores, clientes e público em geral.

Princípios e Políticas

Dirigentes e funcionários da Saint-Gobain estão unidos em torno de valores fundamentais que marcam a acção do Grupo em todo o mundo e a conduta de dirigentes e funcionários.

A política institucional da empresa, baseada nesses valores, está pautada no respeito à legalidade, na conduta activa de protecção ao meio ambiente, no cuidado com a prevenção de riscos e no respeito aos direitos dos trabalhadores. Tais princípios estão de acordo com determinações da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico e com a Organização Internacional do Trabalho. A aplicação de modelos de gestão baseados nesses princípios, nas diversas unidades da Saint-Gobain, possibilita o registo de indicadores de desempenho que figuram entre os mais eficazes da indústria mundial.

Contribuem para esses resultados os valores fundamentais de conduta partilhados no dia-a-dia por dirigentes e funcionários: o compromisso profissional, o respeito às pessoas, a integridade, a lealdade e a solidariedade.

 

Princípios de Comportamento

Compromisso profissional

O compromisso profissional caracteriza-se pela colocação em prática permanente, no melhor nível possível, das competências e habilidades adquiridas, e torna necessária  a actualização das mesmas. Requer comprometimento pessoal e disposição no cumprimento das tarefas confiadas e na aquisição dos conhecimentos exigidos. Implica uma contribuição efectiva de cada um para o respeito do meio ambiente, da saúde e da segurança no trabalho, principalmente.

Respeito às pessoas

O respeito às pessoas é uma condição absoluta para o desenvolvimento individual e profissional de cada um. Aplica-se mundialmente no Grupo e implica o respeito dos pluralismos, das culturas e da abertura a todas as origens. Manifesta-se pelo acto de escutar, de informar, de explicar e de dialogar.

Integridade

A integridade impõe a cada um o respeito rigoroso à probidade na sua actividade profissional. A integridade não admite nenhum compromisso entre os interesses pessoais e os interesses de que se é incumbido em razão da sua actividade profissional, tanto dentro do Grupo, como com os seus parceiros externos, quaisquer que sejam as práticas locais. Regras detalhadas de comportamento são estabelecidas para certas categorias de pessoas, sempre que a natureza das responsabilidades as torna necessárias.

Lealdade

A lealdade é uma exigência de rectidão de comportamento nas relações com os superiores, colegas, colaboradores e parceiros externos. A lealdade proíbe principalmente a busca de fins pessoais que estejam em contradição com os objectivos perseguidos pela empresa e pelo Grupo. A lealdade implica, igualmente, o respeito às determinações e regras internas das empresas e do Grupo.

Solidariedade

A solidariedade reside no espírito de responsabilidade de cada um, no seu meio profissional, para descartar as atitudes individualistas e favorecer a valorização do trabalho em equipa e das contribuições mútuas. A solidariedade rejeita os modos de funcionamento ou de gestão que privilegiem a satisfação pessoal em detrimento do interesse da empresa e do Grupo.

 

Princípios de Acção

Respeito à legalidade

As empresas do Grupo aplicam, em todas as áreas, as leis e regulamentos em vigor no ou nos países onde exercem a sua actividade. Em particular: 

  • Proíbem as acções susceptíveis de infringir as regras do direito da concorrência. 
  • Recusam a participação em qualquer forma de financiamento de partidos ou actividades políticas, mesmo que a legislação local o permita.
  • Rejeitam toda a forma de corrupção activa ou passiva, tanto nas transacções nacionais, como nas internacionais.
  • Nas áreas dos princípios de acção enunciados a seguir, as empresas do Grupo proíbem, igualmente, que se tire deliberadamente partido de eventuais lacunas ou insuficiências das leis e regulamentos, para se desviar das práticas do Grupo.
 
Respeito ao meio ambiente

As empresas do Grupo vêm adoptando uma conduta activa de protecção do meio ambiente e praticam um modelo de gestão das suas instalações, qualquer que seja o local onde estejam implantadas, que permitem fixar os objectivos mensuráveis das suas performances ambientais, bem como avaliá-las e controlá-las regularmente. O objectivo é de levar os principais indicadores relativos às performances ambientais das suas instalações aos mesmos níveis atingidos por instalações comparáveis do Grupo tidas como eficazes, indo em alguns casos até mesmo além das exigências da legislação local aplicável.

Respeito à saúde e à segurança do trabalho

As empresas do Grupo empenham-se em tornar as medidas necessárias para garantir a melhor protecção possível à saúde e à segurança no ambiente de trabalho. 

Traçam uma política de prevenção de riscos e cuidam da sua aplicação e controle. 

Aplicam essa política tanto aos seus trabalhadores como aos trabalhadores de terceiros actuando dentro das instalações do Grupo.

Procuram levar os principais indicadores, relativos às performances ambientais das suas instalações aos mesmos níveis atingidos por instalações comparáveis do Grupo tidas como eficazes, indo em alguns casos até mesmo além das exigências da legislação local aplicável.

Respeito aos direitos dos trabalhadores

As empresas do Grupo observam escrupulosamente o respeito aos direitos dos trabalhadores. Asseguram um diálogo social activo. De uma forma não limitativa, e mesmo que a legislação local aplicável o autorize, as empresas do Grupo:

  • Proíbem o uso do trabalho forçado, do trabalho obrigatório ou do trabalho infantil, de maneira directa ou indirecta ou por intermédio de terceiros nas suas actuações dentro das instalações do Grupo.
  • Proíbem a prática de toda e qualquer discriminação, em relação aos seus trabalhadores, no recrutamento, na contratação, durante a execução ou no término do seu contrato de trabalho.