Candidatura 34159

Nos últimos anos verifica-se uma clara evolução de mercado, passando o mesmo a solicitar produtos cada vez mais diferenciados a um preço competitivo. Esta intervenção representa mais um passo, de elevada importância, na transição de um processo outrora assente na produção em alta escala de um número reduzido de referências, para a disponibilização de produtos de maior valor acrescentado, mais variedade e em menores quantidades. 

Assim, em resposta ao Aviso nº 07/SI/2012, do SI I&DT, a Saint-Gobain Mondego, S.A. avança com o projecto intitulado “Investigação para o upgrade do processo de fusão e melhoria da sustentabilidade”. O investimento global elegível do projecto é de 1.529.094€, o que se traduz, cumprindo todas as condicionantes do contrato, num prémio de realização no montante de 705.025€, sob a forma de não reembolsável. Realçamos para o facto de o período de investimento deste projecto decorrer entre 2013-07-01 e 2015-06-30. 

Com este projecto a empresa pretende assegurar a manutenção da liderança e pioneirismo não só a nível tecnológico e de mercado mas também no que respeita à sustentabilidade e segurança, áreas em que a empresa tem angariado uma notoriedade assinalável, superando objectivos que vão muito além das imposições legais.

 

Resultados alcançados

O presente projecto intitulado “Investigação para o upgrade do processo de fusão e melhoria da sustentabilidade” pretende assegurar a manutenção da liderança e pioneirismo da SGM não só a nível tecnológico e de mercado mas também no que respeita à sustentabilidade e segurança, áreas em que a empresa tem angariado uma notoriedade assinalável, superando objectivos que vão muito além das imposições legais.

Por forma a atingir os objectivos definidos em sede de candidatura, a equipa técnica está dividida em grupos de trabalhos e, por sua vez, em oito actividades: Identificação e análise de requisitos; Estudo energético - análise de diferentes fontes energéticas e respectivo sistema de transferência de calor / desenvolvimento de sistema de valorização energética de efluentes gasosos; Investigação e caracterização de materiais; Simulação de condições de operação do forno e definição de pressupostos de dimensionamento do processo; Estudos sobre a rastreabilidade de produto; Estudos sobre a qualidade do ar; Promoção e divulgação de resultados, e Gestão dos custos indirectos.

O trabalho desenvolvido pela equipa da SGM, na actividade de Levantamento e análise de requisitos, foi ao encontro de saber quais as tendências futuras de mercado com o intuito de conseguir a satisfação dos clientes. Apesar do objectivo em aumentar o volume das exportações directas, a linha orientadora da empresa passa também pelo incremento das exportações indirectas. Estas últimas só são alcançadas com produtos que possam conquistar novos mercados pela diferenciação face à concorrência.

Para além da diferenciação, a empresa avançou com esforços com o objectivo de conseguir um novo mercado para as exportações. Contudo, alguns entraves referentes à política de importações levaram a que a equipa começasse a procurar novas alternativas para que o impacto no projecto não fosse negativo.

A participação das universidades na primeira edição do Concurso de Design e Criatividade teve um importante papel para a inovação em novos produtos. Além disso, tendo em conta a qualidade/viabilidade dos projectos apresentados pelos alunos universitários, a equipa de criação e desenvolvimento de novos modelos irá trabalhar com o intuito de efectuar uma fabricação piloto do modelo vencedor do referido concurso.

Num contexto em que é necessário inovar para ser diferente e conseguir entrar em novos mercados, um factor muito importante tem vindo a merecer especial atenção por parte desta equipa da empresa: maior exigência nos parâmetros de qualidade do produto final. Assim, os trabalhos efectuados no decorrer desta tarefa estiveram associados ao estudo de soluções para os problemas apresentados pelos clientes no seguimento das inovações introduzidas no processo/produto.

Neste mercado cada vez mais exigente e da necessidade de redução de custos com o aumento da sustentabilidade ambiental, a actividade Estudo energético - análise de diferentes fontes energéticas e respectivo sistema de transferência de calor/desenvolvimento de sistema de valorização energética de efluentes gasosos assume um papel muito importante e, como tal, traduz-se numa preocupação no estudo por parte da equipa técnica. A ligação entre o tipo de fonte de energia e a qualidade do produto final é bastante estreita e, por outro lado, ambas estão relacionadas com a flexibilização do processo de fusão. Qualquer alteração que esteja a ser programada que implique a possibilidade de optimizar estes pontos terá de ser aproveitada da melhor maneira por forma a conseguir atingir os melhores resultados em termos de qualidade e eficiência energética.

O ponto relacionado com a qualidade do produto final tem por base um acondicionamento do vidro fundido a uma temperatura homogénea. Assim sendo, os dois objectivos desta equipa muitas vezes apresentam forças opostas o que dificulta o trabalho, bem como implica uma análise mais detalhada.

A equipa analisou todo o processo dos materiais desde a composição, fusão, feeders às máquinas por forma a delinearem a solução óptima com a identificação dos pontos fundamentais de aplicação de calor bem como quais as temperaturas ideais para esses pontos. Neste ponto assumem elevada importância os casos concretos de mudança de cor. Estas têm vindo a aumentar ao longo dos últimos anos o que requer que sejam feitas no menor número de horas possível.

A Análise e viabilidade de co-geração não atingiu totalmente os objectivos inicialmente definidos na medida em que existiram alguns entraves de ordem técnica e administrativa. Em análise juntamente com um dos nossos parceiros no âmbito do aproveitamento dos fumos dos fornos, estão algumas questões pendentes de decisão e de maior aprofundamento no estudo: tipo de equipamento a considerar, localização do equipamento, influência com o funcionamento do electrofiltro, destino da energia produzida e qual o tipo de potência da mesma.

Ao longo da realização do projecto os tipos de materiais refractários foram objecto de análise e estudo por parte da equipa técnica por forma a garantir um desempenho energético eficiente e qualidade no produto final, sem colocar em causa a resistência dos mesmos tendo em conta as elevadas temperaturas a que são sujeitas. Neste semestre bem como no seguinte é necessário que o acompanhamento do desempenho dos mesmos seja efectuado por forma a podermos caracterizar as melhorias alcançadas e identificar os problemas a evitar de futuro, apresentando possíveis soluções.

Com este projecto foi possível aperfeiçoar o desenvolvimento do modelo de simulação do comportamento do forno, efectuando diversos testes directamente no processo, visto não ser possível reunir todas as condições em testes experimentais fora do mesmo.

A diversidade de equipamentos por onde o vidro passa após a saída do forno é bastante extensa. Assim, o trabalho de identificação dos pontos fundamentais de aplicação de calor bem como quais as temperaturas ideais para esses pontos torna-se bastante exaustiva e sempre realizado em tempo real de produção. Para que os técnicos pudessem responder com rapidez, todo o trabalho de modelização anterior assumiu extrema relevância. Sendo que muitas vezes, houve a necessidade de aplicar algumas alterações a esses modelos face aos testes verificados in loco.

O forno é o elemento do processo que apresenta maior inércia, o que dificulta a flexibilização do processo de produção. Contudo, ao longo da linha de produção este problema é também visível dado a área e a complexidade dos procedimentos a realizar em cada etapa/sector de produção.

Na actividade Estudos sobre a rastreabilidade de produto iniciou-se o estudo por forma a dotar a zona de transferência de carga, paletizadores, armazenamento e expedições de ferramentas que permitam a obtenção de informação sobre as paletes e respectivas características do modelo correspondente, independentemente da sua localização no processo/fábrica. 

O estudo implica o levantamento de dados dentro e fora da nave de fabricação, pesquisar quais os melhores meios para transferir informação entre sectores, qual o circuito mais simples e directo que os produtos devem seguir, quais os dados que devem ser considerados (nome do modelo, peso, altura, data e linha de fabrico, entre outros) e, por fim, e não menos importante, definir quais as alterações a efectuar nos equipamentos (computadores, paletizadores, carros de transferência de carga, empilhadores, armazéns, tecnologias de comunicação, entre outros).

 

Encerramento Investimento

O projecto intitulado “Investigação para o upgrade do processo de fusão e melhoria da sustentabilidade”, realizado entre Julho de 2013 e Junho de 2015, encontra-se à presente data em sede de encerramento, ao nível do investimento.
Após apresentação do Pedido a Título de Reembolso final, em Outubro de 2015, ao IAPMEI, onde se inclui o Relatório Técnico Final, pelo lado da Verallia Portugal estão reunidas as condições para que haja decisão favorável.
O presente projecto pretendia assegurar a manutenção da liderança e pioneirismo da Verallia Portugal não só a nível tecnológico e de mercado mas também no que respeita à sustentabilidade e segurança, áreas em que a empresa tem angariado uma notoriedade assinalável, superando objectivos que vão muito além das imposições legais.
Por forma a atingir os objectivos definidos em sede de candidatura, a equipa técnica foi dividida em grupos de trabalhos e, por sua vez, em oito actividades: Identificação e análise de requisitos; Estudo energético - análise de diferentes fontes energéticas e respectivo sistema de transferência de calor/desenvolvimento de sistema de valorização energética de efluentes gasosos; Investigação e caracterização de materiais; Simulação de condições de operação do forno e definição de pressupostos de dimensionamento do processo; Estudos sobre a rastreabilidade de produto; Estudos sobre a qualidade do ar; Promoção e divulgação de resultados, e Gestão dos custos indirectos.
De um modo geral, os objectivos definidos em sede de candidatura foram alcançados. O presente projecto permitiu a flexibilização de uma das nossas unidades de fusão, capaz de reforçar a posição de liderança da empresa e garantir uma resposta mais efectiva aos novos desafios do mercado, ultrapassando deste modo alguns entraves fruto da actual conjectura financeira, económica e social.
Com a execução deste projecto foi possível dotar o processo de fusão de maior flexibilidade; melhorar a qualidade do produto final; melhorar o desempenho energético; eliminar substancialmente os gases acumulados nas zonas de laboração. Foi também possível avaliar a viabilidade de uma nova unidade de cogeração para aproveitamento de gases da fusão, bem como o desenho de um sistema de rastreabilidade mais completo. Estes dois últimos objectivos, relacionados com a actividade 5 e 6, foram os que apresentaram maior dificuldade em conclusão das tarefas previstas.

 

A Verallia divulga

A comunicação externa da Verallia tem assumido diferentes formas para que transmita as suas actividades, parcerias com os clientes, resultados dos projectos bem como as suas novidades. Façamos um breve resumo do que a Verallia divulgou nas últimas semanas.

A Verallia Portugal avançou a 2ª edição do concurso de Design e Criatividade subordinado nesta edição ao tema “Prático e Fácil de utilizar”. O desafio deste concurso, no enquadramento do objectivo deste projecto, consiste em propor projetos que simplificam e facilitam a utilização ou um gesto do quotidiano com base na inovação e diferenciação com a intenção de chegar a novos consumidores, não esquecendo a capacidade produtiva da indústria vidreira. Esta ligação implica deslocação da N/ equipa técnicas aos estabelecimentos de ensino superior interessados e/ou a visita por parte de alunos e professores à nossa empresa/fábrica. Além disso, como referido no Regulamento do concurso, existe a possibilidade de realizar estágios com Verallia Portugal, o que reforça a proximidade entre a vertente de ensino e posto de trabalho.

Para além deste concurso, importa referir o esforço da equipa Verallia em estar perto da comunidade universitária e de investigação em prol da inovação e diferenciação, através de presenças em eventos nas escolas de ensino superior, onde podem partilhar um pouco do que se faz na N/ empresa.

A Verallia Portugal conduziu em parceria com o cliente o desafio de criar uma garrafa em vidro branco e design inovador para o vinho Porto Cruz Branco. Uma garrafa ligeiramente mais alta e uma silhueta elegante. Este produto é mais um resultado do trabalho de Investigação e Desenvolvimento, que tem reforçado a posição da Verallia Portugal no mercado nacional e internacional.

A Verallia Portugal foi também a unidade industrial responsável pela criação do novo modelo para o Licor Beirão e posteriormente da sua produção. Mais uma vez vemos reflectido o trabalho de toda a equipa técnica por forma a dar resposta às necessidades dos clientes.

Importa sublinhar que a parceria com os clientes Verallia vai mais longe do que o momento da entrega do produto. Neste sentido, a empresa também está presente em eventos promovidos pelos seus clientes, como são exemplos a Inauguração da Cidade Europeia do Vinho, em Reguengos de Monsaraz e a Cerimónia da Divulgação e Entrega de Prémios do Concurso de Vinhos Engarrafados do Tejo, em Santarém.

Ver mais em:
A Verallia Portugal deu nova forma à garrafa do Licor Beirão
A Verallia Portugal desenvolveu e produziu a nova garrafa de Porto Cruz Branco
Verallia Portugal – “A Transparência na Comunicação”
2ª Edição do Concurso de Design e Criatividade - Prático e Fácil de Utilizar
Verallia Portugal patrocina a III Gala dos Vinhos do Tejo
Verallia Portugal esteve presente na inauguração da Cidade Europeia do Vinho 2015, em Reguengos de Monsaraz

 

Mediante o trabalho desenvolvido pela equipa Verallia, bem como o interesse demonstrado pela mesma na divulgação dos projectos da empresa, são muitos os convites para participar em Encontros/Conferências nas mais diversas áreas. Mais um canal de comunicação que a equipa tem aproveitado para reforçar a divulgação dos resultados dos projectos. Neste contexto, referimos o 8º Encontro de Comunicação Organizacional bem como o Congresso de Design I-Com, com a representação da Responsável de Marketing da Verallia Portugal. Com este congresso a Associação Nacional de Designers e a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia pretendem “dar um novo passo para promover o design e a investigação tecnológica como factores essenciais para o desenvolvimento económico do concelho e do país. Sob o tema “Investigação & Indústria”, o DESIGN I-CON reuniu profissionais do design, da economia, do marketing, da cultura e da educação para demonstrar que a investigação em design é o motor da inovação e do crescimento económico. O design de investigação potencia a inovação, a criação de valor, de conhecimento e de tecnologias proprietárias, essenciais numa economia assente na criação e produção de produtos competitivos e geradores de riqueza. (…) O DESIGN I-CON vai mostrar a investigação em design que se faz hoje em Portugal, nas empresas e nas universidades, para assim promover a discussão sobre os problemas e desafios que se apresentam hoje à economia portuguesa.” – in http://www.designicon.eu/sdfgh.html. O artigo elaborado pela Responsável do Marketing da Verallia Portugal foi publicado na revista lançada no âmbito deste Congresso.
No que diz respeito à criação de artigos científicos, consideramos as duas teses de Mestrado, no âmbito da realização de estágios em conjunto com o Departamento de Marketing: Gestão de Marcas Premium, por Ana Henriques, em Junho de 2014 e Marketing Verde, por Claudia Rodrigues, em Junho de 2015.